Foto de duas mãos abraçando uma figura representando família.

A qualidade do relacionamento e do vínculo entre sócios e familiares determina os valores, constrói a cultura e a identidade da organização. Mudanças na composição societária, nos interesses individuais, no crescimento da base de acionistas/quotistas impactam o processo decisório e o rumo da organização.

Em todo o mundo, a maioria das empresas é de controle familiar, sendo vital para a construção social, cultural e econômica. No Brasil, as estatísticas demonstram que cerca de setenta por cento das empresas atuantes são familiares. Quando bem gerenciadas, essas empresas apresentam vantagens competitivas, especialmente pela visão e compromisso de longo prazo.

Perpetuar os negócios familiares através das gerações é um desafio. Equilibrar interesses da empresa, sociedade e família é uma arte. Extrair a essência das pessoas, equacionando as famílias e seus negócios é a missão da Nalida Consultoria em Governança.

Procedimentos

I

Elaboração ou revisão de acordos societários

Sócios alinhados formam a base para discutir a estratégia a partir dos diferenciais competitivos. A clareza quanto a riscos e perspectivas de futuro garante a atratividade e a longevidade da organização. Essa nitidez é fundamental para o seu posicionamento no mercado.

A capacidade de realizar o que foi decidido e enfrentar desafios estratégicos está diretamente relacionada à qualidade dos acordos estabelecidos e da disposição das pessoas envolvidas em cumpri-los. Essa é a dimensão realizadora proposta pela Nalida Consultoria em Governança.

II

Elaboração ou revisão do Protocolo de Família

As empresas familiares alcançam a perenidade quando os interesses dos membros da família e seus negócios estão alinhados. Porém, as estatísticas demonstram que apenas 10% das empresas familiares sobrevivem à terceira geração.

Um dos principais processos responsáveis pela longevidade das empresas familiares é a transição de lideranças. A transparência e a fluidez desse processo promovem e legitimam os futuros líderes. Um Protocolo de Família bem pensado, discutido e formalizado auxiliará no alcance dos objetivos almejados, essa é a proposta da Nalida Consultoria em Governança.

III

Estruturação e implantação de Conselhos de Administração

As principais questões que impactam as empresas familiares são: conflitos, falta de liderança futura e dificuldade em separar os papéis no momento de evolução e profissionalização da empresa. Muitas vezes, a estruturação e implantação de Conselhos de Administração é a melhor alternativa para a profissionalização da empresa familiar.

Organização e formatação de conselhos, considerando a proporção de membros independentes e internos das companhias, com vista a definir estratégias, monitorar a atuação dos gestores e elaborar um código de conduta é um dos procedimentos oferecidos pela Nalida Consultoria em Governança com o objetivo de legitimar as escolhas, rever ou estabelecer regras de convívio e criar um ambiente favorável para que o diálogo seja produtivo, facilitando a coesão na família, entre os sócios e a perenidade do negócio familiar.

IV

Estruturação e implantação de Conselhos de Família

As definições estratégicas de uma empresa familiar envolvem o reposicionamento de famílias, grupos e empresas, a implantação de uma efetiva administração estratégica, além de negociação e desenvolvimento de parcerias.

Identificar a estratégia familiar e societária de cada um dos núcleos familiares, considerando os desejos dos sócios, como núcleos familiares e como indivíduos, as competências atuais e as necessárias para enfrentar os desafios da sociedade com os irmãos ou primos, a manutenção da cultura e dos valores familiares no negócio existente auxilia na perenidade e harmonia dos negócios familiares.

A estruturação do Conselho de Família permite a organização de grupo para discussão de temas relevantes para a sociedade empresária, com a proposta de instituí-lo no Acordo Societário de modo a preservar os valores e o patrimônio da família, através do diálogo franco, transparente e respeitoso.

V

Avaliação das práticas de Governança Corporativa

As informações gerenciais e os sistemas de controle suportam e dão agilidade ao processo decisório. O fluxo adequado de informações favorece a percepção de novas oportunidades, a antevisão de riscos, a manutenção ou redirecionamento do ritmo e do rumo estratégico definidos.

A apuração dos resultados estabelece o nível de autonomia e sinaliza sobre riscos a serem prevenidos ou remediados.

O método desenvolvido pela Nalida Consultoria para a avaliação das práticas de Governança Corporativa existentes na empresa familiar auxiliam que o futuro almejado pelas lideranças familiares e executiva seja alcançado com maior efetividade.

VI

Desenvolvimento de Programa de Sucessão

Toda posição de governança e gestão enfrenta a questão de sucessão, pois a perenidade da empresa exige que um indivíduo seja substituído por outro ao longo do tempo. Para o sucedido, há a percepção de perda. Para o sucessor, há a percepção de oportunidade.

No caso da empresa familiar ou da sociedade de trabalho, a sucessão é ainda acrescida de questões emocionais específicas. Para o sucessor, a questão não é simétrica. Mesmo preparado para endereçar as questões do sucedido e minorar seu desconforto, o sucessor precisa se impor.

O diálogo sincero, íntegro e respeitoso ilumina as áreas de convergência e constroi alternativas para o sucedido, dentro e fora da organização, seja para assumir funções executivas na gestão dos negócios, seja para ocupar assentos nos Conselhos de Família ou de Administração.